Os encantos do Valais, Suíça

Atualizado: 15 de set. de 2021

Glaciais magníficos, montanhas com de mais de 4 mil metros de altura, cidadezinhas pitorescas, e antigas trilhas que levam a lugares com paisagens de tirar o folego, assim é o Valais, um dos Cantões mais incríveis da Suíça.


trilha para o Glacier Mont Miné

Logo que recebemos o convite de nossos amigos Suíços, para um fim de semana em seu chalé, perto do famoso Glacier Mont Miné, meus olhos brilharam de alegria.


Estávamos cheios de expectativas para conhecer a região, e assim que começamos a subir rumo ao Val d'Hérens, o caminho já mostrava que o passeio seria maravilhoso!




Muito conhecido como um destino de inverno e seus circuitos de esqui, o Valais também surpreende no verão, com a beleza de sua paisagem alpina e clima ameno.


Era verão e os tons de verde pintavam o cenário. Ao longe, a neve eterna com sua brancura quase irreal, nos hipnotizava.



Chegamos ao chalé no final da tarde, e Anne nossa anfitriã, já nos esperava para um brinde de boas vindas com um vinho local, e cervejas refrigeradas nas águas que desciam dos glaciais.



Geladeira natural de Anne

Alguns chalés possuem uma contenção para as águas que descem das geleiras, servindo como uma geladeira externa natural, para as bebidas.












Nossos amigos David e Anne, preparam um roteiro que sem dúvida, ficará marcado em nossas memórias. Tudo pensado e organizado de forma tipicamente suíça, mas com o ingrediente mais importante e que fez toda diferença, muito carinho e acolhimento.



Nosso primeiro passeio foi intenso... Subir o Glacier Mont Miné, no Val d'Hérens em pleno verão, foi realmente fascinante!




Seguimos por uma trilha coberta de flores coloridas e verdes pinheiros, até aos pés das geleiras. Um caminho que me deixou completamente em êxtase!


E quanto mais nos aproximávamos da geleira, o cenário ia se transformando em um lugar quase lunático...


...Cheio de pedras e uma paisagem em tons cinza, branco e levemente amarelada.



Voltamos ao chalé embriagados de tanta beleza!


À noite, Anne preparou um verdadeiro fondue suíço, enquanto saboreamos vários aperitivos...todos feitos com ingredientes locais.








Na village de Evolène não deixe de visitar a "Laiterie Centrale d'Evolène " e comprar alguns dos melhores queijos da região



E depois de tantas delícias, fomos dormir com aquela imagem surreal, sem nos dar conta do que nos aguardava na manhã seguinte.


Glacier Mont Miné

Acordamos cedinho e o dia já estava radiante. Anne e David nos conduziram por uma trilha montanha acima. A relva ainda molhada roçava em nossas pernas...


Anne escala essas montanhas desde criança e com a facilidade de quem conhece bem a região, ela se mantinha na frente. Suas paradas para contemplação contrastavam com seus passos, como se fosse sua primeira vez.



A trilha foi ficando mais aberta e mais fácil, até que alcançamos uma vila de chalés abandonados... e continuamos subindo...


De repente, fomos presenteados com uma visão tão azul, que fiquei atônita com a tamanha beleza que meus olhos registravam naquele momento.


...O Lac Bleu...


Lac Bleu

O pequeno lago de água gelada e transparente, de cor azul turquesa é uma verdadeira joia do Val d'Hérens.


Eu passaria o dia todo ali, mas precisávamos voltar pois nossos adolescentes ficaram no chalé dormindo o sono dos justos...rsrsrs... A trilha do dia anterior, havia sido intensa para eles, e concordamos em lhes dar uma manhã de folga.



Na volta desse passeio delícia, tomamos um café da manhã na varanda, sem pressa, enquanto contemplávamos uma cachoeira formada pelas águas de outra geleira próximo dali.


Ficamos tão envolvidos entre a paisagem maravilhosa e a conversa divertida sobre os causos do lugar, que quase nem lembramos de fotografar.


Nesse país de paisagens magníficas, o Valais é um Cantão que considero imperdível conhecer.


E assim, o Valais ganhou meu coração!

Foi tamanho o encanto, que fizemos questão de voltar para conhecer um pouco mais a região.

Mas.... isso é uma nova aventura, que trarei em breve para vocês!



Dicas:

* Leve um tênis ou uma bota confortável, pois a região sugere diversas trilhas e caminhadas montanha acima.

* Não esqueça de levar chapéu e filtro solar, pois apesar do clima ameno, o sol queima.

* Tenha sempre na mochila seu cantil com água e um lanchinho, você encontrará lugares inspiradores para um delicioso picnic. Mas lembre-se, não carregue mais peso do que o necessário.

** Valais ( pronuncia-se Valé)


Como chegar

Você pode ir ao Val d'Hérens de trem, ônibus ou carro. A estrada é bem sinalizada, mas se faz necessário atenção, e não se perder na beleza do caminho, correndo o risco de errar as saídas correspondentes no trajeto.


Carro:

Se estiver num grupo de até 4 pessoas, alugar um carro é a opção mais barata ( para um fim de semana), além de oferecer mais autonomia para explorar a região.

Usando a cidade de Lausanne, região do Lac Lèman, como ponto de partida, o tempo é de aproximadamente 1h 35 min


Trem:

Se estiver na região do lac Lèman, é recomendado utilizar a linha 381.

O tempo de viagem saindo de Lausanne é aproximadamente 2h 34 min, sendo necessário fazer uma conexão em Sion ( 53 min de trem + 31 min de ônibus até Evolène+ 10 min caminhando)


Onibus:

Ainda usando como ponto de partida a cidade de Lausanne, utilize a linha 381.

O tempo de viagem é de 3 horas.

Será necessário fazer duas conexões. Descer em Martigny, station (utilizar o trem até Sion , 13 min) e outra em Sion ( ônibus) até Evolène +10 min de caminhada


Onde ficar

Você encontrará bons hotéis em Evolène.

Mas também existe a opção de alugar um chalé, pelo Airbnb . Se estiver num grupo de pelo menos 4 pessoas, vale a pena.



Mais informações no site

https://www.myswitzerland.com/pt/


1 comentário